Projeto que incentiva a leitura Bíblica na rede de ensino de Fernandópolis

admin 9 de fevereiro de 2012 2
Projeto que incentiva a leitura Bíblica na rede de ensino de Fernandópolis

Apresentei na Câmara Municipal, para apreciação dos nobres Vereadores para votarem,  o PROJETO DE LEI que:

Autoriza o incentivo a leitura da Bíblia Sagrada nos estabelecimentos de ensino do município de Fernandópolis.

CONSIDERANDO que o Brasil é um país declaradamente cristão, os princípios que regem a sociedade brasileira têm como base a fé cristã. O cristianismo, não importando suas ramificações e/ou divisões doutrinárias, tem como regra de fé e prática a Bíblia Sagrada;

CONSIDERANDO que disponibilizar a Bíblia Sagrada para o aluno, incentivará sua leitura e dará a importância necessária à fé cristã, ação que não se pode mais adiar, especialmente por ser sabido que mais de 70% (setenta por cento) das crianças e adolescentes deste país afirmam desconhecê-la, bem como seus ensinamentos;

CONSIDERANDO que a Bíblia Sagrada ocupa um lugar insuperável na literatura mundial, pois trata-se da obra literária mais antiga, mais traduzida, mais editada e mais lida de todos os tempos – documento ecumênico inigualável, cujas informações interessam a toda humanidade. A Bíblia Sagrada constitui-se no alicerce de todas as ciências e, também, da própria sociedade;

CONSIDERANDO que assim é necessário que as crianças e adolescentes tenham acesso e sejam estimuladas a lerem a Bíblia Sagrada para que compreendam princípios básicos ensinado por ela, como a solidariedade, respeito ao próximo, a generosidade, a busca pela paz, a busca de uma sociedade mais justa e de um mundo melhor;

CONSIDERANDO que respeitando o direito constitucional da liberdade religiosa em nosso país, disponibilizar o livro base do cristianismo, não seria impor a religião aos alunos, mas facilitar o contato com a Bíblica Sagrada, especialmente aos mais carentes que não têm condições de comprar um exemplar.

O Município poderá disponibilizar, em todos os estabelecimentos de ensino, pelo menos 01 (um) exemplar da Bíblia Sagrada, que ficará exposto em local apropriado e ao alcance de todos que adentrarem no estabelecimento de ensino para que possam vê-lo e manuseá-lo.

  A administração escolar, os professores, os funcionários e os alunos serão responsáveis pelo zelo e conservação do exemplar, podendo ainda criarem condições específicas nesse sentido.

 Para a consecução do objetivo a presente lei, fica o Poder Executivo autorizado a firmar convênios e/ou parcerias com igrejas, entidades ou instituições religiosas, visando o fornecimento gratuito dos exemplares da Bíblia Sagrada a serem disponibilizados nos estabelecimentos de ensino.

 Fica a Secretaria Municipal de Educação, Direção ou Professores das unidades escolares, igualmente, autorizados a convidar autoridades eclesiásticas e demais membros voluntários para promover a leitura de versículos bíblicos nos estabelecimentos de ensino, bem como a realização periódica de palestras e/ou atividades de incentivo à leitura da Bíblia Sagrada aos alunos, especialmente no início do mês de dezembro por ocasião das comemorações alusivas ao “Dia da Bíblia” (2º domingo do mês de dezembro).

(Em tramitação nas Comissões Permanentes).

Atenciosamente

- MAIZA RIO -

Vereadora

2 Comentarios »

  1. Raquel ribeiro 23 de março de 2012 at 21:50 - Reply

    Que benção,Deus é fiel!!!

  2. João 11 de maio de 2012 at 20:35 - Reply

    Infelizmente as pessoas polemizam tanto sobre esse assunto mas é sabido que segundo uma pesquisa realizada nos anos 90, 37% dos detentos não tiveram bases cristãs. A leitura da Bíblia é essencial nos dias de hoje para a juventude. Esse papo de Estado Laico não significa Estado ateu. Sou a favor sim desse projeto.

Comentar »